Animais estão se tornando mais noturnos para evitar os humanos

Animais estão se tornando mais noturnos para evitar os humanos

Foram analisadas 62 espécies de mamíferos que mudaram até 68% suas rotinas por conta da presença humana; em São Paulo, sabiás começam a cantar de madrugada para evitar barulho do trânsito