Em um ano, mais de 30 vídeos foram publicados pelo bluevision. O documentário sobre a vida e o trabalho de Ernst Götsch foi o mais popular deles; saiba quais são os outros nove

O documentário sobre a vida e o trabalho de Ernst Götsch, que desenvolveu a técnica da agricultura sintrópica, foi o vídeo mais visto em bluevision ao longo de 2018. Na sequência, os vídeos mais populares explicam o que é e para quê serve a sororidade e mostram como será a privada do futuro – muito mais ecologicamente correta.

Veja a seguir os dez conteúdos em vídeo mais vistos no ano – e assista novamente:

1. A bluevision de Ernst Götsch

Conheça a trajetória do suíço de 70 anos que criou a agricultura sintrópica, formou milhares de fazendeiros com a técnica e transformou 5 hectares na Bahia com seu método inovador

https://bluevisionbraskem.com/inteligencia/bluevision-de-ernst-gotsch

2. Sororidade: como mulheres podem empoderar umas às outras?

Conheça o conceito que convida as mulheres a se unirem por um objetivo comum: a luta por direitos iguais entre gêneros e o combate aos preconceitos

https://bluevisionbraskem.com/desenvolvimento-humano/sororidade-como-mulheres-podem-empoderar-umas-outras

3. A bluevision de Mona Soares

Conheça a história de Mona Soares, empreendedora baiana que começou a produzir cosméticos artesanais buscando se reconectar com a natureza e resgatar valores de sua ancestralidade africana: “é cuidar de você, se empoderar e ser sustentável”

https://bluevisionbraskem.com/desenvolvimento-humano/empreendedora-produz-cosmeticos-naturais-e-empodera-mulheres

4. A privada do futuro

Bill Gates, o fundador da Microsoft, quer melhorar o planeta reinventando os vasos sanitários

https://bluevisionbraskem.com/inovacao/privada-do-futuro

5. A bluevision de Ricardo Gomes

A história do documentarista e biólogo com uma vida dedicada ao fundo dos mares: seu filme mostra a Baía de Guanabara que ninguém vê

https://bluevisionbraskem.com/desenvolvimento-humano/bluevision-de-ricardo-gomes

6. A bluevision de Sandro Rodrigues

Conheça a história do artista plástico que há 20 anos trabalha apenas com materiais reciclado, em parceria com cooperativas de catadores: “a arte resgata a humanidade das pessoas”

https://bluevisionbraskem.com/desenvolvimento-humano/bluevision-de-sandro-rodrigues

7. Terra, planeta água

Apesar de quase todo o planeta ser coberto por água, convivemos com a escassez do recurso

https://bluevisionbraskem.com/inteligencia/terra-planeta-agua

8. Escola Vidigal: uma nova alfabetização

O projeto idealizado pelo Instituto Arte em Trânsito, do artista plástico Vik Muniz, promove atividades corporais, artísticas e emocionais

https://bluevisionbraskem.com/desenvolvimento-humano/escola-vidigal-uma-nova-alfabetizacao

9. A água invisível

Descubra quanta água você usa quando consome alimentos, compra um smartphone ou uma roupa nova

https://bluevisionbraskem.com/inteligencia/agua-invisivel

10. Pão de barata é alimento saudável e ecológico

Orientação da ONU para consumo de insetos motivou receita com farinha de barata: produto é rico em proteína e ecologicamente correto

https://bluevisionbraskem.com/inovacao/pao-de-barata-e-alimento-saudavel-e-ecologico

Conteúdo publicado em 21 de dezembro de 2018

Veja Também

Planeta ficará ainda mais azul à medida que Terra esquenta

Planeta ficará ainda mais azul à medida que Terra esquenta

O aquecimento global poderá causar mais uma transformação nas características da Terra: o planeta azul pode ficar ainda mais azul devido ao aumento das temperaturas globais nas próximas décadas. [...]

Manu Buffara: “precisamos saber o que comemos, de onde vem e quem faz”

Manu Buffara: “precisamos saber o que comemos, de onde vem e quem faz”

Manoella Buffara é uma das estrelas da nova geração da alta gastronomia brasileira. Seu restaurante, o Manu, com sede em Curitiba, recebeu no fim de 2018 o título “One to Watch” do prêmio 50 Best [...]

Quanto você acha que custa a poluição da Baía de Guanabara?

Quanto você acha que custa a poluição da Baía de Guanabara?

Valor bilionário relaciona potenciais impactos no turismo, no transporte, na saúde e qualidade de vida dos cidadãos fluminenses; saiba o que ocorreu com o projeto de despoluição para a Olimpíada Rio-16