Com o avanço da ciência, as técnicas de melhoramento de espécies garantem condições de cultivo e asseguram a oferta contínua de plantas mais resistentes e alimentos mais nutritivos

Desde a antiguidade, os homens primitivos cultivam plantas que fornecem alimentos, temperos e remédios. As primeiras ações práticas consistiram de coleta, armazenamento e plantio de sementes e mudas com o intuito deliberado de plantar em locais próximos e planejar a colheita. Mas novas técnicas decodificam as características das espécies e cruzam os genes certos para gerar mudas mais resistentes às adversidades ambientais, com mais qualidade e em maior quantidade, favorecendo a agricultura e garantindo a nutrição de animais e seres humanos.

Infográfico sobre melhoramento genético. Crédito: bluevision

Conteúdo publicado em 9 de novembro de 2018

Veja Também

Como produzir energia das ondas e das marés?
Passo a passo: como separar corretamente seu lixo para coleta seletiva