A bluevision de Ernst Götsch

Conheça a trajetória do suíço de 70 anos que criou a agricultura sintrópica, formou milhares de fazendeiros com a técnica e transformou 5 hectares na Bahia com seu método inovador

Nascido em Raperswilen, no norte da Suíça, Ernst Götsch, 70, deu início a sua trajetória profissional com pesquisa em melhoramento genético no Ministério Federal de Agricultura e Florestas de seu país. Depois de anos nessa função, Götsch começou a se questionar: por que se dedicar a mudar a natureza e não se adaptar à ela? Assim, ele começou a desenvolver o método que chamaria de agricultura sintrópica. No Brasil, ele emprega a técnica desde 1984, quando comprou sua fazenda de 487 hectares no município de Piraí do Norte, na Bahia. A maior parte de sua fazenda, chamada “Olhos d’Água”, foi transformada em Reserva Particular do Patrimônio Natural. Em 5 hectares, porém, ele cultiva cacau e outros alimentos de um jeito único, com alta produtividade – e respeitando os princípios da natureza. Veja!

Conteúdo publicado em 12 de julho de 2018

Veja outros vídeos

novo

Litro de Luz e a bluevision de Alfredo Moser

Litro de Luz e a bluevision de Alfredo Moser

Alfredo Moser, 67 anos, previu que sua invenção revolucionaria o mundo. Natural de Itajaí, Santa Catarina, vive há décadas em Uberaba, Minas Gerais, onde teve a ideia que mudaria sua vida – [...]

Futuro do trabalho: mais diversidade e menos horas

Futuro do trabalho: mais diversidade e menos horas

Uma ampla pesquisa realizada pela consultoria McKinsey em 2017 aponta que a diversidade é um ativo de grande valor para as empresas. De acordo com o levantamento, companhias que aplicam políticas [...]

Os quatro maiores perigos do ambiente de trabalho

Os quatro maiores perigos do ambiente de trabalho

No ranking global de acidentes em ambiente de trabalho, o Brasil ocupa a quarta posição. Ocorre um acidente a cada 48 segundos no país e, a cada 3h38, um trabalhador brasileiro perde a vida [...]