App. Crédito: Sara Kurfeß/Unsplash

Conheça seis aplicativos que ajudam a promover a reciclagem

Iniciativas combinam informações e cadastros para viabilizar ações de responsabilidade social e ambiental - e estimular o reaproveitamento de materiais

Algumas vezes, temos uma boa intenção, mas ficamos um pouco perdidos sobre como adotar uma postura mais responsável diante das escolhas de consumo e descarte - e sobre qual é o impacto de nossas opções cotidianas para outras pessoas e para o meio ambiente. Pensando nisso, alguns aplicativos foram criados com o objetivo de ajudar a esclarecer dúvidas sobre reciclagem e conectar profissionais, cooperativas ou empresas que realizam a atividade, além de oferecer dados importantes sobre como economizar recursos naturais e adotar hábitos sustentáveis.

Cataki

Nesta plataforma, é possível cadastrar um indivíduo ou uma cooperativa. Na apresentação, o Cataki destaca que existem hoje, no Brasil, 800.000 trabalhadores na coleta seletiva de lixo, mas apenas 300 deles estão cadastrados. Para ampliar a rede, basta registrar o catador ou catadora que atua na sua rua, no seu bairro ou na sua região. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente.

Se quiser descartar algum material ou resíduo reciclável, basta usar o app para encontrar os trabalhadores mais próximos ao local da coleta. O trabalho da organização é aberto, sem fins lucrativos e colaborativo. Se você quiser ajudar como voluntário, pode entrar em contato com os realizadores da iniciativa.

Reciclagem de Plásticos

O aplicativo desenvolvido pelo Movimento Plástico Transforma, apoiado pela Braskem, pode ser usado em tablets e celulares, tanto por catadores de materiais recicláveis quanto por cidadãos que precisem fazer descartes. A plataforma é capaz de apontar 1.936 pontos de entrega voluntária (PEVs) em 61 cidades, de 20 estados brasileiros. O endereço online ainda traz conteúdos sobre ações educativas e interativas, incentiva a inovação, a reciclagem e responsabilidade ambiental para o consumo consciente.

Intellibins

Esta iniciativa foi desenvolvida especialmente para ajudar os moradores de Nova York a encontrarem incentivos para reciclar, reutilizar e doar. O aplicativo mapeia a cidade e mostra onde é possível encaminhar não apenas plástico, vidro e papel, mas também roupas e eletrônicos. Compatível com Android e iOS, a tecnologia permite procurar o local mais próximo de você. No total, são mais de 1.500 pontos de reciclagem e 21 tipos de materiais diferentes.

Rota da Reciclagem

Disponível para IOS e Android, esta é uma ação promovida pela Tetra Pak. O aplicativo mostra de forma didática como qualquer pessoa interessada pode participar do processo de separação e entrega das embalagens longa vida para reciclagem. Ele informa ainda onde estão localizadas as cooperativas de catadores, as empresas comerciais que trabalham com compra de materiais recicláveis e os pontos de entrega que recebem embalagens da empresa.

Manual de Etiqueta – Planeta Sustentável

Disponível apenas para a plataforma IOS, o aplicativo é grátis e traz informações sobre como mudar alguns hábitos de forma simples e reduzir os impactos ambientais que cometemos no dia a dia. Dentro do Manual estão dicas de comportamento voltado à sustentabilidade social e utilização responsável de energia. Bilíngue (português e inglês), a plataforma reúne 50 práticas divididas por temas: uso da água, energia elétrica, cidadania, reciclagem e consumo, classificadas pelo nível de esforço e pela dimensão do impacto no cotidiano.

Litterati

Internacional, este aplicativo propõe que as pessoas tirem uma foto do lixo que encontrarem (garrafas, bitucas de cigarro, papéis e outros). Então, elas devem colocar palavras-chaves, marcar a localização geográfica (geotag) e o horário onde o lixo foi encontrado. O mapa é capaz de mostrar que tipo de lixo se acumula e em qual lugar, norteando ações específicas para evitar o problema. Um exemplo de solução aconteceu em uma escola na Califórnia, quando o mapa indicou que o lixo encontrado com mais frequência no pátio eram os saquinhos de canudos descartáveis da cantina. A escola, então, decidiu parar de oferecer esse item para os estudantes.